TRANSLATE

Busque arquivos antigos

4 de setembro de 2007

Sete acontecimentos que marcaram minha vida


Visitando o Blog Palavras articuladas, da Lusófona, vi um desafio interessantíssimo: escrever sobre os sete acontecimentos que marcaram minha vida. Tomei a liberdade de participar
Eis os acontecimentos que mais marcaram minha vida:



Estudar – Foi difícil. Eu morava num sítio, estudava numa escola da zona rural. Quando terminei o curso primário passei quatro anos sem estudar, porque a cidade onde ficava o ginásio era longe. Só retomei os estudos após a mudança de minha família para a cidade. Eu poderia ter dito “Agora já é tarde. Tenho vergonha. Meus amigos são mais novos...”. Que bom que voltei a estudar.

Enfrentar uma bronquite – que me acompanhou toda a infância. A cada mudança climática estava eu morrendo de falta de ar, dando muito trabalho para meus pais. O mais difícil disso tudo foi não desfrutar a infância direito: não pude andar descalça, chupar lima, molhar os pés nas poças de água, tomar banho no rio, tomar sorvete, refrigerante, suco e até água gelada, brincar no sereno. Ainda bem que tudo isso passou.

Usar çalças compridas – Eu era a mais velha de cinco irmãos. Meu pai, “muito zeloso”, não permitia que eu usasse calças compridas. Com jeitinho eu o convenci.

Enfrentar a doença e a morte de uma pessoa querida – Por ela estar muito próxima de mim, eu, que sou uma pessoa muito chorona, não pude chorar em sua presença, tive quer forte, sem o ser. Umas três vezes não consegui me controlar.

Tocar a vida - após a partida desta pessoa. Tomar decisões.

Dirigir em rodovia - Não gosto. Cada vez que preciso dirigir em rodovia enfrento uma luta comigo mesma.

Enfrentar a vida de cabeça erguida – Este é um desafio para todos os dias.

3 comentários:

  1. Tudo bem professora? Tenho 42 anos, sou Administrador e fui professor em colégio público no período 2000/2004.
    Eu publico um blog e postei um link para este blog na minha lista. Parabéns pelo blog! Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Quanta dificuldades, amiga... mas, olha que nada acontece por acaso, Deus sabe as razões, e nos dá força para lutar e nos tornar pessoas melhores.

    Eu também tive bronquite em criança, a última crise foi aos 16 anos, depois "herdei" a rinite alérgica...

    Gostei imenso de conhecer um pouco mais da tua vida. Obrigada pela partilha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga virtual!!!

    Que bonita história!!!

    Aos poucos estamos nos conhecendo. Creio no propósito de Deus para esta amizade... Que Ele satisfaça o desejo de seu coração!!!

    Obrigada!!!

    Beijos,

    ResponderExcluir

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)