TRANSLATE

Busque arquivos antigos

10 de maio de 2009

Imagens de Alto Piquiri


"Você certamente já sentiu saudade, já falou versos ou já cantou músicas que falam de saudade. E talvez já tenha ouvido falar que esta palavra só existe na nossa língua. Nos outros idiomas se diz que se sente falta, mas o nome do sentimento não existe. E é tão difícil explicar o que é saudade... Muitas vezes, sabemos por experiência própria, o que quer dizer uma palavra mas não conseguimos explicar o que ela é. E é interessante parar e refletir sobre o significado que têm pra nós, porque afinal fazem parte do nosso cotidiano. Saudade faz pensar imediatamente em imagens do passado, em pessoas queridas que não estão mais próximas de nós, ou algum momento específico da vida da gente...São recordações que ficaram guardadas com carinho em alguma parte do nosso mundo de dentro, como uma caixinha de recordações. Quando vem a lembrança, vem também, junto, uma série de outras lembranças e sentimentos e pensamentos. Muitas vezes até temos receio de abrir essa caixa, porque não sabemos exatamente o que vai surgir. E se a deixar fluir, a gente tem medo também de não conseguir parar nunca mais. Por exemplo, como será que vai ser lembrar de um momento especialmente emocionante da nossa infância, ou de alguém importante da nossa adolescência que nem temos mais notícia? Ou daquela pessoa que amamos tanto e já não está conosco, ou porque morreu ou porque a vida separou? ..."

Estas palavras são de minha amiga Cecília Correia, para descrever a saudade que sente do tempo que aqui morou. Cecília é natural de Alto Piquiri. Aqui teve uma infância feliz, casou-se e como muitas pessoas também o fizeram, mudou-se em busca de uma vida melhor. De vez em quando ela volta para abraçar amigos e parentes. Apesar de ter ido morar no Estado de Rondônia e estar totalmente integrada a sua outra cidade, Ariquemes, não perdeu o amor por sua Terra Natal . Para constatar isso, basta acessar seu Blog ALTO PIQUIRI, ACERVO DE FOTOS. Cecília está resgatando imagens raras de pioneiros desta terra, de eventos que eram realizados, de amigos, da vida política... Através de suas fotos revivi belos momentos, vi pessoas que já não mais recordava. Claro que hoje elas estão diferentes. As crianças de ontem, hoje são pais e mães, os adultos já estão envelhecendo, outros até já partiram. Ainda bem que hoje dispomos de meios para preservar tão grande riqueza. De todas as imagens que vi, as que mais me chamaram a atenção foram as dos desfiles de Sete de Setembro, ou de 25 de julho, aniversário do município, quando participavam alunos de escolas da cidade de Alto Piquiri, da zona rural e dos distritos. Além dos alunos, trabalhadores mostratavam sua máquinas agrícolas, seus animais, os produtos da terra. Uma bela história.




O toque de fanfarra deu vida às fotos antigas. Para mim foi emocionante.

6 comentários:

  1. Olá... a pouco tempo faço parte da Igreja Batista Nacional – IBN em minha cidade, Alta Floresta-MT. Estamos na busca de orientações, sugestões, dicas para evangelização. Estou auxiliando no Ministério de Louvor e em um novo projeto direcionado à alfabetização de adultos.
    - No projeto de alfabetização de adultos estou procurando auxilio para elaboração/troca de material direcionado a este fim, contudo, a alfabetização será feita utilizando a bíblica, como por exemplo, ao ter aula de português os professores ao ministrarem as aulas abordaram textos bíblicos e, assim sucessivamente nas demais matérias.
    - Trata-se de um trabalho feito por voluntários da igreja com o fim de, ao oferecer a alfabetização, melhorar a vida das pessoas, que não tiveram a oportunidade de estudar e, ter uma profissão melhor e mais digna.
    - Do exposto acima, caso possa ajudar, de qualquer forma, mesmo que seja indicando ou mostrando formas de como realizar o acima exposto, por favor, envie para mim e-mail, desde já, agradeço, a atenção. Obrigado, em nome do Senhor Jesus!
    Meu blog: http://batistascrentesnosenhor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito de matar um pouco a saudades dessa terra querida, passei minha infancia nessa cidade onde fiz grandes amigos... estudei no E.M.luis sibirino de moura o ensino fundamental da primeira a quarta serie no ano de 1997 a 2000, onde fiz muitas apresentações em festas juninas, participava do coral com a professora Eva, etc.Gostaria muito as fotos dessas saudosas apresentações neste blog...
    Parabens

    ResponderExcluir
  3. "Vivi em Alto Piquiri até os meus 20 anos", Hoje moro em "Guaratinguetá SP" Aqui vivi, constitui familia e tenho a minha vida. Porem, sinto muita saudade dessa cidade que eu nunca deveria deixar. Mais a vida é assim; quem é capaz de conhecer o que o futuro nos resrva?
    -Sou guaratinguetaense por opção e piquiriense de coração. ( Otavio de Souza-filho do popular baiano doidoe sobrinho do diti barbeiro e da Gilda servente do sindicato dos trabalhadores rurais de Alto Piquiri. Tchau,Saudades.

    ResponderExcluir
  4. Gostaria que todos soubesse que também sou filho dai. muito embora eu more distante, não esqueço do meu Piquiri.

    Otavio Souza

    ResponderExcluir

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)