Pesquisa personalizada

4 de outubro de 2006

O lobo e o cordeiro




Estava o cordeiro a beber água num córrego, quando apareceu um lobo esfaimado, de horrendo aspecto.
Que desaforo é esse de turvar a água que venho beber? disse o monstro, arreganhando os dentes. Espere que vou castigar tamanha má-criação!...
O cordeirinho, trêmulo de medo, respondeu com inocência:
Como posso turvar a água que o senhor vai beber se ela corre do senhor para mim?
Era verdade aquilo e o lobo atrapalhou-se com a resposta, mas não deu o rabo a torcer.
Além disso inventou ele sei que você andou falando mal de mim no ano passado.
Como poderia falar mal do senhor o ano passado, se nasci este ano?
Novamente confundido pela voz da inocência, o lobo insistiu:
Se não foi você foi seu irmão mais velho, o que dá no mesmo.
Como poderia ser seu irmão mais velho, se sou filho único?
O lobo, furioso, vendo que com razões claras não venceria o pobrezinho, veio com razão de lobo faminto:
Pois se não foi seu irmão, foi seu pai ou seu avô!
E nhoque sangrou-o no pescoço.

Contra a força não há argumentos.
Monteiro Lobato


O MAIS FORTE
A pedra é forte, mas o ferro a corta;
O ferro é forte, mas o fogo o funde;
O fogo é forte, mas a água o apaga;
A água é forte, mas a nuvem a transporta;
A nuvem é forte, mas o vento a move;
O vento é forte, mas o homem lhe resiste;
O homem é forte, mas o medo o abate;
O medo é forte, mas o sono o elimina;
O sono é forte, mas a morte é mais forte;
O fazer o bem é ainda mais forte
Porque sobrevive à própria morte.
Rabi Lehuda

O FRACO NUNCA PERDOA. O PERDÃO É CARACTERÍSTICA DO FORTE. (Gandhi)
Um cartaz chamará atenção dos alunos. Pode impresso no computador. Pintura simples e rápida, com pincel colorido e lápis cera.

Leitura silenciosa
Leitura do professor




Rever o texto a partir das personagens

1- CORDEIRO
Veio beber água
Não fazia nada errado
Símbolo de inocência
Pequeno novinho
Pefende-se com argumentos
- A água corre do SENHOR para mim (respeito)
- Nasci este ano
- Sou filho único

2- LOBO
Esfaimado
Aspecto horrendo
Arreganha os dentes
1ª acusação
Desafora de turvar a água (inventa, irrita-se, mente)
2ª acusação
Falou mal de mim o ano passado (insiste furioso)
3ª acusação
Foi seu pai ou seu avô (confunde-se, atrapalha-se com as acusações)

Não dá o rabo a torcer (não reconhece seu erro)
Sangra o cordeiro no pescoço

3- CONCLUSÕES
O Lobo aparenta ser o forte e o cordeiro o fraco

Fazer o mal é atitude dos fracos
Fazer o bem é atitude dos fortes

Portanto há uma inversão de valores
O Lobo é o verdadeiro fraco enquanto que o forte é o cordeiro
Vemos exemplos como este todos os dias na TV, nas novelas, nos jornais, nos telejornais e até na vida familiar.

Leitura do texto “O mais forte”

Sugestões de Atividades:
- Escrever um texto da vida real semelhante ao texto do Lobo e o Cordeiro
- Escrever e desenhar uma história em quadrinhos contando fatos verídicos

- Transformar o texto estudado numa história em quadrinhos
- desenhar o texto “O mais forte”
- Distribuir o desenho do Lobo e o Cordeiro para o aluno colorir

3 comentários:

  1. prof. Filó10/08/2006

    Obrigada pelas informações, parabéns... se fosse possível enviar mais textos informativos de Ensino Religioso ou alguma coisa referente a essa disciplina, eu agradeceria. Obrigagada

    ResponderExcluir
  2. Anônimo3/25/2012

    Adorei a história espeeo que tragam mais histórias legais para nós podermos ler!

    ResponderExcluir
  3. Gostei das historias queria que tivesse coisas mais animaçao no saite

    ResponderExcluir

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)