Dedico este blog aos poetas, sonhadores, sábios pesquisadores, idealistas, aos que apreciam a arte e a todos que descobiram a inteligência como Dom de Deus e que usam seus talentos e dons para realizar causas nobres em benefício da humanidade.
Pesquisa personalizada

6 de agosto de 2007

A Raposa e a Cegonha



Um dia a raposa convidou a cegonha para jantar. Querendo pregar uma peça na outra, serviu sopa num prato raso. Claro que a raposa tomou toda a sua sopa sem o menor problema, mas a pobre da cegonha com seu bico comprido mas pode tomar uma gota. O resultado foi que a cegonha voltou para casa morrendo de fome. A raposa fingiu que estava preocupada, perguntou se a sopa não estava do gosto da cegonha, mas a cegonha não disse nada. Quando foi embora, agradeceu muito a gentileza da raposa e disse que fazia questão de retribuir o jantar no dia seguinte.


Assim que chegou, a raposa se sentou lambendo os beiços de fome, curiosa para ver as delícias que a outra ia servir. O jantar veio para a mesa numa jarra alta, de gargalo estreito, onde a cegonha podia beber sem o menor problema. A raposa, amoladíssima, só teve uma saída: lamber as gotinhas de sopa que escorriam pelo lado de fora da jarra. Ela aprendeu muito bem a lição. Enquanto ia andando para casa, faminta, pensava: "Não posso reclamar da cegonha. Ela me tratou mal, mas fui grosseira com ela primeiro".

Moral: Trate os outros tal como deseja ser tratado.

Fábula de Esopo


Conte esta fábula para seus alunos. Eles irão adorar. Depois peça alguma atividade. Pode ser:

Repetir a fábula com palavras próprias.

Dramatizar

Desenhar

Pesquisar sobre os dois animais

Ou simplesmente colorir o desenho abaixo


18 comentários:

  1. Sugestão:em uma folha colocar o desenho dado e trabalhar antes da leitura o que ela representa.Após o levantamento de hipóteses, que podem ser registradas no quadro negro,ler a fábula.Feito isso solicitar que escrevam resumidamente a história lida que poderá ser reescrita corrigindo, os erros gramaticais e ortográficos.Continua.

    ResponderExcluir
  2. Além da dramatização, poderia pedir que façam a versão em história em quadrinhos.Dá trabalho, mas vale a pena.Um abraço.Professor Sérgio

    ResponderExcluir
  3. Professor Sérgio

    Obrigada por enriquecer este blog com suas excelentes sugestões.

    Uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  4. Terezinha, seu blog é maravilhoso. Parabéns!

    Profª Márcia G.

    ResponderExcluir
  5. Sem querer, apaguei este comentario feito pela Lusófona:

    "Esta eu não conhecia...
    Sempre há novidade por aqui, até pra mim que não sou professora =)"

    Desculpe amiga

    ResponderExcluir
  6. Preciso fazer a dramatização de uma fábula, veio a calhar essa postagem, ainda mais com os comentários do prof Sergio

    bjos
    Susana

    ResponderExcluir
  7. Passei, li e gostei. Parabéns pelo trabalho.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  8. Lucas

    Em minha opinião, essa questão depende do ponto de vista de cada um. O professor pode direcionar o assunto da forma como ele entender.

    ResponderExcluir
  9. oi a historia é legal de mais.....!!!!!xau thachau.....!!!!!

    ResponderExcluir
  10. preciso de ajuda eu foi ver a fabula da raposa e da cegonha mas aparece me a historia da raposa e da cegonha mas contada de varias maneiras e isto e um trabalho para a escola qual e a verdadeira?ajudem me

    ResponderExcluir
  11. Algumas fábulas realmente tem duas versões: uma atribuída a Esopo, outa a La Fontaine.
    Esopo foi um personagem lendário da Grécia antiga. Teria sido um escravo libertado por seu dono, que ficou encantado com as fábulas e, ao que tudo indica viajou pelo mundo antigo, coletado as fábulas da tradição oral e escrito uma coletânea. Lá Fontaine, reeditou muitas das fábulas de Esopo, por isso uma mesma fábula pode ser contada pelos dois.

    ResponderExcluir
  12. Maravilha seu blog! As atividades muito bem elaboradas. Parabéns! Vou seguir já!

    ResponderExcluir
  13. Adorei as sugestões. Pode ser feito a listagem dos personagens ; escrita do desfecho partir das cenas.
    Auri

    ResponderExcluir
  14. MEU ESSA FABULA NAO TEM NADA A VER COM HA QUE A PROFESSORA PASSOU NA LOUSA

    ResponderExcluir
  15. Como se dá o desfecho da história?

    ResponderExcluir

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)