TRANSLATE

Busque arquivos antigos

2 de julho de 2009

Canção da Tarde

Se eu te imagino distante,
Da minha vida deserta,
Por mais alegre que eu cante,
Mais a saudade me aperta.


Quando a saudade me aperta,
Por mais que eu viva e que eu cante,
A minha vida é deserta
Enquanto vives distante.


Na solidão da distância,
Quando a saudade me aperta,
Desaparece a fragrância
E a minha alma é deserta.

Cristina Silva Santos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)