TRANSLATE

Busque arquivos antigos

26 de outubro de 2009

Lista da Normalidade - continuação


25) Em um meio de transporte público, jamais olhar diretamente nos olhos de uma pessoa, caso contrário isso pode ser interpretado como um sinal de sedução.

26) Quando entrar no elevador, manter o corpo voltado para a porta de saída, e fingir que é a única pessoa lá dentro, por mais lotado que esteja.

27) Jamais rir alto em um restaurante, por melhor que seja a história.

28) No hemisfério norte, usar sempre a roupa combinando com a estação do ano; braços de fora na primavera (por mais frio que esteja e casaco de lã no outono (por mais quente que esteja).

29) No hemisfério sul, encher a árvore de natal de algodão, mesmo que o inverno nada tenha a ver com o nascimento de Cristo.

30) À medida que for ficando mais velho, achar-se dono de toda a sabedoria do mundo, embora tenha vivido o suficiente para saber o que está errado.

31) Ir a um chá de caridade e achar que com isso já colaborou o suficiente para acabar com as desigualdade sociais do mundo.

32) Comer três vezes por dia, mesmo sem fome.

33) Acreditar que os outros sempre são melhores em tudo: são mais bonitos, mais capazes, mais ricos, mais inteligentes. É muito mais arriscado aventurar-se além dos próprios limites, melhor não fazer nada.

34) Usar o carro como uma arma e uma armadura invencível.

35) Dizer impropérios no trânsito.

36) Achar que tudo que seu filho faz de errado é culpa das companhias que ele escolheu.

37) Casar-se com a primeira pessoa que lhe oferecer uma posição social. O amor pode esperar.

38) Dizer sempre: “eu tentei” mesmo que não tenha tentado absolutamente nada.

39) Deixar para viver as coisas mais interessantes da vida quando já não tiver mais força para tal.

40) Evitar a depressão com doses diárias e maciças de programas de TV.

41) Acreditar que é possível estar seguro de tudo o que conquistou.

42) Achar que as mulheres não gostam de futebol, e que os homens não gostam de decoração e cozinha.

43) Culpar o governo por tudo de ruim que acontece.

44) Estar convencido de que ser uma pessoa boa, decente, respeitosa significa que os outros vão pensar que é fraca, vulnerável e facilmente manipulável.

45) Estar igualmente convencido de que a agressividade e a descortesia no trato com os outros são sinônimos de uma personalidade poderosa.

46) Ter medo de fibroscopia (homens) e parto (mulheres).

O “amigo” ri:

 Você devia fazer um filme baseado nisso  comenta.

................................................................

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)