TRANSLATE

Busque arquivos antigos

23 de junho de 2010

Carlos Drumond de Andrade








No meio do caminho


No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.
Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra





Carlos Drummond de Andrade
En Revista de Antropofagia, 1928
Incluido en Alguma poesia (1930)





 


Sugestões:

Material:
  • Uma caixa pequena com a seguinte frase colada: "Deixe aqui as pedras que estão atrapalhando seu caminho";
  • Texto digitado;


O professor lê o texto e diz que ele pode ter muitas interpretações  e que muitas coisas podem ser pedras em nosso caminho. Quando nos deparamos com essas pedras podemos parar em sua frente e esperar que alguém resolva o problema tirando-as dali para nós. Corremos o risco de ser esmagados por elas. Também podemos nos desviar  delas,  construir uma nova rota e avançar. Outra saída é tirar proveito  das pedras que estão em nosso caminho: recolhê-las e lapidá-las, transformando-as em algo melhor. Podem ser considerados pedras no meio do caminho os medos, os conflitos internos, os problemas familiares, problemas financeiros ou de saúde, disputar uma vaga, necessitar de algo e não ter dinheiro, encontar pessoas que são verdadeiras muralhas, a preguiça, enfim, há inumeras situações.

Trabalhando em duplas:
  • Pense sobre os tipos de pedra uma pessoa pode encontrar no caminho e liste algumas delas;
  • Apresentação das respostas

Trabalhando individualmente:
  • Entregar cinco pedaços de papel para o aluno e pedir que, sem se indentificar, liste cinco pedras que gostaria de eliminar de seu caminho, uma em cada papel
  • Dobrar os papéis em quatro e depositá-los dentro da caixa de papelão. Eles não deverão ser lidos. O professor poderá lacrar a caixa.
  • Entregar cinco papéis com a o desenho de um diamante. O aluno deverá colorir as figuras e escrever cinco pedras que irá recolher no caminho e lapidar. Por exemplo: A patir de hoje vou estudar mais ou vou ajudar minha mãoe em casa...
  • Recortar os diamantes escritos e coloridos e colar no caderno.

Mensagem
  •  Copiar a frase: "Cuidemos para nao nos transformarmos em pedras que atrapalham a própria vida e a vida dos outros".


Encerramento:
  • Feito isto, todos sairão da sala e levarão a caixa lacrada para o depósito de recicláveis. O professor poderá dar outro destino para a caixa, por exemplo: queimá-la ou enterrá-la.

2 comentários:

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)