TRANSLATE

Busque arquivos antigos

12 de fevereiro de 2008

Bhagavad Gita


“O homem não nasce, e também nunca morre. Tendo vindo a existir, jamais deixará de faze-lo, porque é eterno e permanente.
Assim como um homem descarta as roupas usadas e passa a usar roupas novas, a alma descarta o velho corpo e assume um corpo novo.
Mas ela é indestrutível; espadas não podem cortá-la, o fogo não a queima, a água não a molha, o vento jamais a resseca. Ela está além do poder de todas as coisas.
O homem é indestrutível, ele é sempre vitorioso (mesmo em suas derrotas), e por isso não deve lamentar-se jamais”.
Bhagavad Gita (Capítulo II, 16-26)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)