TRANSLATE

Busque arquivos antigos

8 de janeiro de 2010

Praia limpa

Foto: Guia Ecológico

No verão, muitos brasileiros procuram o litoral. A multidão que invade as praias nesta época do ano em busca de lazer e descanso, acaba produzindo muito lixo, que nem sempre tem o destino correto. Após um dia movimentado na praia, é comum ver a areia coberta por embalagens, garrafas pet, canudos, palitos de picolé, pontas de cigarros, resíduos orgânicos etc.

A maioria das pessoas não sabe, mas a areia é viva, formada por vários micro-organismos e fragmentos de conchas, moluscos, crustáceos. O lixo aí abandonado prejudica o equilíbrio desse meio. Além disso, é preciso lembrar que os resíduos que ficam a beira mar são levados para a água pelo vento ou pela própria maré, provocando estragos ainda maiores.

É difícil precisar a quantidade de poluentes que chegam ao mar. Estudo feito pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos estima que 14 bilhões de quilos de lixo são jogados sem querer ou intencionalmente, nos oceanos todos os anos. A população que mora ou visita o litoral é uma das grandes responsáveis pelo lixo que se deposita no fundo do mar.

O homem produz vários tipos de lixo, mas a grande praga dos mares é o plástico. O material tem uma vida útil curtíssima, mas demora centenas de anos para se desfazer. Dentro do estômago de um bicho marinho, que confunde plástico com alimento, esses resíduos podem fazer um grande estrago, levando-o à morte. O lixo também contamina a água e ameaça saúde do próprio homem.

Se a praia que você freqüenta não tem lixeiras à beira mar, não custa nada armazenar o lixo produzido em uma sacola e descartá-la em alguma lixeira no caminho de volta para casa. Os oceanos abrigam milhares de espécies, são fonte de alimento, via de transporte e respondem pela produção de 50% do oxigênio que consumimos. Portanto, cuidar da praia é tarefa urgente.

ATENÇÃO

- Deixado a beira mar, o lixo é engolido pelo oceano.

- No mar, os resíduos sufocam, intoxicam e matam espécies, além de contaminar a água,

ameaçando a saúde do homem.

- O lixo descartado em local impróprio, corta, machuca, , cria focos de doenças infecciosas.

- Não jogue lixo no mar; não deixe lixo na areia.

- Leve um saquinho ou sacola à beira da praia para armazenar os resíduos. Depois, descarte em casa ou na lata de lixo.

- Não leve cachorro à beira da praia. A areia irrita a pele do animal e ele pode transmitir doenças às pessoas.

- Não importa se você está passando férias em imóvel próprio ou alugado: tome duchas rápidas, organize a lavagem da louça e não lave calçadas, não deixe acesas luzes desnecessárias, use o ar condicionado e o ventilador com prudência. Não desperdice água e energia elétrica.

Fonte de pesquisa: Correio Riograndense - 30/12/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)