TRANSLATE

Busque arquivos antigos

15 de junho de 2015

A Xilogravura e o conhecimento escrito



No Século XIV, a xilogravura foi importante para a difusão do conhecimento escrito em todas as camadas da sociedade europeia. Ela fez do livro, uma ferramenta destinada a uma pequena elite letrada, em especial homens, membros do clero e da nobreza, uma fonte de conhecimento para todos. Isto trouxe consequências positivas e negativas à igreja católica, às mulheres e aos intelectuais da época (cientistas, filósofos, etc.).

A xilogravura colaborou com a evolução da humanidade. O conhecimento que antes era restrito aos religiosos e aos nobres, se estendeu a todas as classes sociais. A Igreja, que antes necessitava de muitos pregadores para propagar o Cristianismo, com a publicação da Bíblia Sagrada, ganhou mais um aliado a seu favor. A publicação de livros facilitou o estudo através das bibliotecas. Os historiadores, filósofos e cientistas, registraram os acontecimentos, publicaram suas filosofias, escreveram suas teorias. Depois de tudo isso, as que mais se beneficiaram com o conhecimento escrito foram as mulheres.  Elas que no século XIV eram apenas esposas e mães, e sem direito à cultura, proporcionavam uma vida muito cômoda para a família, cuidando da casa e educando os filhos. Com a popularização da educação, não perderam tempo: frequentaram os bancos escolares e, cultas, passaram a disputar com os homens o mercado de trabalho. Com isso, provaram que não eram inferiores e o desenrolar da História se encarregou de espalhar a notícia pelo mundo. Atualmente, ocupam importantes cargos de liderança nas empresas, são indispensáveis na política, trabalham em todos os setores da sociedade, adquiriram independência financeira, perderam o medo de lutar por seus direitos.

Em contrapartida, as conseqüências aí estão: dupla jornada: trabalham o dia todo nas empresas, fazem o trabalho doméstico, são mães e esposas. Têm falta de tempo para educar os filhos, para si mesma e para o lazer.


Mesmo com todas essas dificuldades, as mulheres continuam buscando mais conhecimento, estão nas universidades e certamente ainda têm muito mais para conquistar, como por exemplo a igualdade de salários com os homens e o fim da violência doméstica. É uma pena que em diversos países elas ainda vivam como se estivessem no século XIV. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)